• Enviar por e-mail

(OUÇA)

 

 

LOCUTOR: A partir desta segunda-feira, 23 de setembro, quando é celebrado o Dia Internacional das Línguas de Sinais, o Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) disponibiliza uma ferramenta que permite a tradução simultânea dos conteúdos em texto para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), publicados no Portal Eletrônico da Corte de Contas no endereço www.tce.sc.gov.br.

 

Denominada de Hand Talk, a ferramenta é voltada às pessoas surdas que passam a ter mais acessibilidade à atuação do TCE/SC. Para acessar a ferramenta, o usuário deve clicar no botão instalado na lateral direita de todas as páginas do Portal do TCE/SC. Ao clicar, abrirá uma tela com um avatar digital com o personagem Hugo, que fará a tradução. Depois é só escolher o texto desejado para que o intérprete faça a tradução para Libras. Para navegar nas demais páginas é necessário clicar no item desejado e na opção "acessar link".

 

O presidente do TCE/SC, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, ressalta a importância da disponibilização do serviço.

 

(Sonora Adircélio de Moraes Ferreira Júnior)

É uma medida simples, mas ao mesmo tempo é muito significativa. É o primeiro passo no sentido de permitir a acessibilidade de todos, permitir a inclusão de todos.

 

LOCUTOR: Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que, em 2017, Santa Catarina tinha cerca de 300 mil pessoas surdas. São pelo menos 9,7 milhões de surdos no Brasil e 350 milhões em todo o mundo. O site da Hand Talk informa que 80% dos surdos têm dificuldade em ler e escrever no idioma de seu próprio país, já que a experiência de comunicação dessas pessoas ocorre principalmente de forma visual. A maioria dos surdos depende exclusivamente da língua de sinais para se comunicar e obter informações.

 

Para o presidente do TCE/SC, a instalação do Hand Talk ressalta o alinhamento da Corte de Contas com as demandas sociais.

 

(Sonora Adircélio de Moraes Ferreira Júnior)

Isso reforça mais uma vez o perfil dialógico do Tribunal de Contas de estar aberto à sociedade e quando a gente se abre para a sociedade a gente tem que ter a preocupação de dialogar com todos.

 

 

 (TCE Informou)

 

 

Tempo: 02’35’’

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula